Formação

Música

Ao longo da minha carreira musical, procurei promover e desenvolver uma formação contínua, fundamentada na participação regular em Masterclasses, Cursos, Estágios e outras demais atividades.

Nesse contexto, os seguintes eventos (entre outros), constituíram oportunidades excelentes para eu poder atualizar e aprofundar conhecimentos, capacidades e competências, não apenas na área de Direção de Orquestras, como também na Prática Instrumental:

  • XXVI Curso de Regência de Bandas Filarmónicas do INATEL (Oeiras, outubro de 1997);
  • Estágio de direção de orquestras de sopro com o Professor António Saiote (Arazede, abril de 2009);
  • Curso de Direção de Orquestras de Sopro (Frequência do 1º ano do Nível I), na Covilhã pelo CEDOS (Centro de Estudos de Direção de Orquestras de Sopros), com o Maestro Luís Clemente (Setembro de 2011 a julho de 2012);
  • ENOS Portel (Julho de 2012 e julho de 2013) com o Maestro Luis Clemente, os Compositores Bert Appermont, Lino Guerreiro e Phillip Sparke;
  • BSC – Banda Sinfónica da Covilhã (Curso de Direção, abril de 2013) com o Maestro Luis Clemente;
  • Cursos de Direção de Orquestras de Sopros promovidos pela Sociedade Musical Gouveense (SMG), com os Maestros Paulo Martins (Dezembro de 2012 [II edição]) e Jean Sébastien Bereau (dezembro de 2013 [III edição])
  • Estágio de verão com Curso de Direção, promovido pela Firmação – Conservatório de Música de Mação, com o Maestro Pedro Andrade (Julho de 2014 [II edição])
  • Estágios de verão com Curso de Direção, promovidos pelo Canto Firme de Tomar – Conservatório de Artes, com o Maestro Alberto Roque (Agosto de 2013 [VIII edição], agosto de 2014 [IX edição] e agosto de 2015 [X edição])
  • Estágio de Brass Band e Percussão com Curso de Direção, promovido pela Associação The BellsBrass Ensemble, com o Maestro Simão Francisco (Agosto de 2014 [II edição])
  • Curso de Direção de Orquestras de Sopros, promovido pela OSC – Orquestra de Sopros de Coimbra, ministrado pelo Maestro André Granjo (Dezembro de 2011)
  • Curso de Direção de Orquestras de Sopros, promovido pela Filarmónica Boa Vontade Lorvanense, ministrado pelo Maestro e Compositor Nuno Osório (22 a 24 de abril de 2016);
  • 2º Curso de Direção / 3º Curso de instrumentista, promovido pelo CRAA – Conservatório Regional do Alto Alentejo, orientado pelo Maestro António Menino (27 de junho a 1 de julho de 2016);
  • V Masterclass de Direção de Orquestra / VI Estágio de Orquestra, promovido pelo CRAA – Conservatório Regional do Alto Alentejo, orientado pelo Maestro Tiago Alves (1 a 5 de julho de 2019);
  • Curso de Direção Musical para Orquestra, Banda e Coro (especialidade “Orquestra de Sopros”), com a duração de 160h, promovido pelo Orfeão da Foz do Douro e orientado pelo Maestro Afonso Alves (1 de setembro de 2019 a 30 de junho de 2020);
  • Frequência do 2º ano do Curso de Direção Musical para Orquestra, Banda e Coro (especialidade “Orquestra de Sopros”), com a duração de 160h, promovido pelo Orfeão da Foz do Douro, e orientado pelo Maestro Afonso Alves (1 de setembro de 2020 a 30 de junho de 2021).
  • Aguarda marcação de exames (adiados devido à pandemia de Covid 19), pela ABRSM (Associated Board of the Royal Schools of Music), para certificação dos graus de DipABRSM (Diploma of The Associated Board of the Royal Schools of Music) e LRSM (Licentiate of the Royal Schools of Music).
    Informações adicionais:

Fruto da relevância do meu Curriculum Musical, certificado pela DREC (Direção Regional de Educação do Centro), por intermédio da DGIDC (Direção Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular), tive oportunidade de lecionar AEC (Atividades de Enriquecimento Curricular), em escolas do 1º CEB dos Agrupamentos Marquês de Pombal (na Freguesia de Louriçal, Pombal, em 2006/2007 e 2007/2008), Silva Gaio (nas EB1 Palheira e EB1 Valongo, Coimbra, em 2009/2010) e

  • XXVI Curso de Regência de Bandas Filarmónicas do INATEL (Oeiras, outubro de 1997);

Com a assunção dos desafios de integração dos Órgãos Sociais da Casa do Povo de Penacova, e a coadjuvação do Maestro Titular da Banda Filarmónica, nas suas tarefas, surgiu a necessidade de restruturar o funcionamento da Escola de Música.

Foi nesse contexto que frequentei as seguintes ações de formação:

  • Formação de Monitores

Formação de Formadores

Em construção…

Em construção…

Associativismo

Outras formações

Em construção…

Em construção…